Sexta, 10 de maio de 2019, 21h41

Tamanho do texto A- A+
meu domingo
Páscoa: Bom Pastor

O 4º Domingo de Páscoa é conhecido como o "Domingo do Bom Pastor" porque todos os anos a Liturgia propõe uma passagem do capítulo 10º de João, na qual Jesus é apresentado como "Bom Pastor".

PASTOR é aquele que vai à frente do rebanho para indicar o caminho, que conduz às pastagens e às nascentes de água.

No Antigo Testamento essa imagem era muito familiar ao povo judeu.
Muitos líderes foram pastores: Jacó, Moisés, Davi...
Freqüentemente Israel é comparado a um rebanho, do qual Deus é o Pastor.
Ezequiel afirma que o próprio Deus assumirá a condução do seu povo.
Ele porá à sua frente um Bom Pastor, que o livrará da escravidão e o conduzirá à vida. Essa promessa se cumpre em Jesus.

A 1ª Leitura narra a 1ª viagem apostólica de Paulo e Barnabé.
Diante da recusa dos judeus, abrem o rebanho de Cristo aos gentios. (At 13,14.43-52)

Diante da proposta cristã, surgem duas reações bem diversas:
- Os JUDEUS pensam ter o monopólio de Deus e da Verdade:
  são ovelhas fechadas, que ficam indiferentes às propostas cristãs;
- Os PAGÃOS respondem com alegria e entusiasmo:
   são ovelhas atentas à voz do Pastor e dispostas a segui-lo.

* Representam os "praticantes" acomodados, que tem medo da novidade de Deus,  
   e os "afastados" na caminhada da fé, mas abertos à novidade de Deus...

Na 2ª Leitura, Cristo, o Cordeiro pascal, vencedor da morte, é o Pastor que conduz o seu povo às fontes de água viva."  (Ap 7,9.14b-17)

No Evangelho, Cristo se apresenta como o "BOM PASTOR". (Jo 10,27-30)

O texto é uma Catequese sobre a Missão de Jesus:
consiste em conduzir os homens às pastagens verdejantes
e às fontes cristalinas de onde brota a vida em plenitude.

Na Parábola, vemos DUAS ATITUDES:

1. A Atitude do Pastor (Cristo):

    - "Dá a vida pelas ovelhas..."
    - conhece: "Eu conheço as minhas ovelhas..."
    - cuida delas: "Jamais se perderão, ninguém vai arrancá-las de minhas mãos"

* Muitos ficam perturbados diante das falhas de representantes da Igreja...
   das crises e confusões, que percebem nas comunidades.
   A Igreja não está confiada apenas nas mãos de pastores humanos...
   Estes são apenas instrumentos, necessários e imperfeitos,
   do único pastor que guia a Igreja e que nos garante:
  "Eu mesmo dou a vida para elas, e ninguém vai arrancá-las de minhas mãos..."

Quem são os "Verdadeiros Pastores"?
Hoje muitos se apresentam como Pastores,
prometendo vida, conforto, felicidade...
- Em quem devemos confiar? Quem são os "verdadeiros Pastores"?

- CRISTO: É o único Pastor dos cristãos, da Igreja,
  na qual os demais pastores são apenas instrumentos.

- Pessoas que presidem e animam nossas comunidades cristãs:
  Bispos, Padres, Ministros... apesar dos seus limites e imperfeições;
  mas o único Pastor, que devemos a escutar e a seguir sem condições, é Cristo. 

- Pessoas que ensinam a mensagem de Cristo:
   . Os pais, os mestres, os Catequistas...
   . Os companheiros de trabalho que se comportam com honestidade,
   . A mãe, que marcada pela dor, tudo suporta com paciência e com amor,
   . O Pai que educa o filho para o perdão, para a reconciliação, para a partilha...

Características do Bom Pastor:
  O BOM PASTOR... abre caminho... conhece suas ovelhas...
  é providente... vigia as ovelhas e as cura...
  deseja salvar todo o rebanho; é missionário... é coração....
  O Bom Pastor dá a vida por suas ovelhas...

2. A Atitude das OVELHAS:

- Elas ESCUTAM: Supõe: - a alegre adesão ao conteúdo do que se escuta,
                           - a obediência à pessoa que fala,
                                             - a escolha de vida daquele que se dirige a nós...
- Elas CONHECEM: Envolve toda a pessoa humana (mente, coração, vontade),
                                   deixando-se transformar pela sua voz no caminho da vida;
- Elas SEGUEM: Cristo torna-se o único guia de sua vida...

Quem são as ovelhas desse Rebanho?
- Só os que foram batizados e estão associados a uma paróquia?
  Só os que freqüentam regularmente a igreja?
- São todas as pessoas que ESCUTAM A SUA VOZ e O SEGUEM...
  Pode ser discípulo do bom Pastor também aquele que,
  embora não conheça Cristo, se sacrifica pelo pobre,
  pratica a justiça, a fraternidade, a partilha dos bens,
  a hospitalidade, a fidelidade, a sinceridade, a recusa à violência,
  o perdão aos inimigos, o compromisso com a paz.

56º Dia Mundial de Oração pelas Vocações:
Com o tema "A coragem de arriscar pela promessa de Deus", recordando o Sínodo aos Jovens e a 34ª Jornada Mundial da Juventude no Panamá, o papa propõe aos jovens ao contemplar o trecho evangélico da vocação dos primeiros discípulos às margens do Lago da Galileia, dois aspetos:
promessa e risco. Aceitar a sua promessa requer coragem de "arriscar".
"Não sejam surdos à chamada do Senhor!"

                                         Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa

Veja com animação:

www.buscandonovasaguas.com/arq/P1904_O_Bom_Pastor.ppsx

 

 



   
Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seçao: